NitTrans lança Guia de Boas Práticas no trânsito

O documento foi elaborado pelo setor de Educação Para o Trânsito e aproveita o período de volta às aulas para divulgação

 

A NitTrans elaborou um Guia de Boas Práticas no trânsito que tem como finalidade levar conhecimento sobre educação para o trânsito para toda a população, com foco no transporte de crianças e adolescentes, especialmente no trajeto escolar. O manual foi lançado ontem (2), divulgado nas escolas da rede municipal e nas escolas particulares de Niterói por meio da Secretaria Municipal de Educação e do SINEPE, respectivamente.

 

O setor de Educação Para o Trânsito, sensível às situações problema que acontecem no entorno das escolas nos horários de entrada e saída de alunos, elaborou este documento para orientar e conscientizar os pais, cuidadores, instituições de ensino e profissionais do transporte escolar. A iniciativa é um alerta sobre respeito ao próximo, maior empatia e prática da cidadania, e aproveita o retorno das atividades escolares para o seu lançamento, visando reduzir os transtornos viários que acontecem em toda a cidade.

 

As instituições de ensino, o transporte escolar e os pais ou cuidadores são os principais responsáveis por garantir a segurança da criança e do adolescente durante o trajeto de ida e volta da escola. Dessa forma, informar sobre segurança viária, e respeito às normas de trânsito e conscientizar estes setores da população quanto à sua importância na segurança das crianças e adolescentes é fundamental para criar uma cultura de proteção à vida.

 

“Acreditamos que a educação desempenha um importante papel de intervenção na mudança de comportamento, na transformação das questões culturais e na construção da percepção de risco”, explica Priscilla Rocha, chefe do setor de Educação Para o Trânsito da NitTrans.

 

O fortalecimento de ações intersetoriais é determinante para que a temática da educação para o trânsito seja difundida na nossa sociedade. Nesse aspecto, a NitTrans, entendendo a necessidade de atuar em conjunto com setores de educação, trabalhou em parceria com a Secretaria Municipal de Educação, traçando caminhos e perspectivas para que os espaços educativos, em especial as famílias e as escolas, promovam a reflexão e discussão sobre o tema.