Operação estacionamentos irregulares.

A Operação Perimetral e o Trânsito de Niterói.

Sem entrar no mérito da conveniência ou não da demolição do viaduto da Perimetral, no Rio de Janeiro, mas plenamente integrados aos esforços das autoridades cariocas, com o secretário CARLOS OSÓRIO no “front”, para minimizar as inevitáveis conseqüências sobre a mobilidade nas duas cidades, e também nas circunvizinhas, recebemos calorosos pedidos para postular às pessoas de Niterói, que forem ao Rio de Janeiro, a partir do dia 19 próximo, para que optem pelo Transporte de massa (barca) ou pelo transporte coletivo (ônibus), evitando ao máximo o transporte individual (automóvel).

A notícia é que, serão disponibilizadas mais duas embarcações pela CCR Barcas e que empresas de ônibus intermunicipais aumentarão a frota nas linhas referentes. Conquanto tenhamos desenvolvido, em toda trajetória profissional, o fervor e a premissa intelectual de que esta opção do usuário deva ser conseguida pela eficaz e competente oferta do transporte público, ou seja, de forma absolutamente liberal e democrática, entendemos que, nas circunstâncias, não podemos nos furtar ao plangente pedido à população, e repetimos: Se puderem (a partir de hoje, 04/11) optarem pelas barcas ou ônibus, nos deslocamentos ao Rio de Janeiro, face o fechamento da via Perimetral nos dois sentidos e a perspectiva de que haja uma diminuição da capacidade de escoamento nas vias de acesso ao centro da cidade vizinha.

Já podemos verificar que, os companheiros da SMTR na capital do Estado, estão adotando várias providências de planejamento de transportes, trânsito e engenharia de Tráfego, tendentes a diminuir o impacto de fechamento de uma via sem interseções semafóricas, na qual trafegam diariamente quase 100.000 veículos; entre as quais destacamos:

- faixa reversível na Avenida Presidente Vargas.

- novos corredores expressos de ônibus.

- extinção de vagas de estacionamento.

- supressão de carga e descarga.

- aumento da oferta nos trens e metrô (transporte de massa).

- restrição de ônibus, inclusive oriundos de Niterói,com retorno em São Cristóvão ou na Praça da República.

- abertura da via Binário.

Se o túnel do Binário fosse liberado ao tráfego já neste estágio da obra chamada Porto Maravilha, poderíamos garantir que o impacto no nosso trânsito e transporte rodoviário que acessa a ponte Rio-Niterói seria apenas residual, sem esta opção de escoamento do tráfego que só será disponibilizada em junho de 2014, ainda assim, consideramos que uma operação eficiente, com retirada imediata de carros enguiçados, envolvidos em acidentes (mesmo com vítima fatal) ou com pneus furados e paradas proibidas, como já fazemos aqui, permitirá uma mobilidade eficiente de todos que compartilham as duas cidades e região metropolitana.

Os niteroienses podem ter certeza que sua Prefeitura já está e estará atenta a toda operação Perimetral, disponibilizando apoio aos co-irmãos cariocas na empreitada, como já demonstrado, sendo certo que não titubeará na adoção das providências legais, no caso de impactos e retenções desnecessárias ou contornáveis que dificultem a chegada e o acesso à Ponte, do trânsito de Niterói (como já o fazemos rotineiramente).

PAULO AFONSO CUNHA

Presidente NitTrans

Tags:

no-posts-feed.on-the-way
no-posts-feed.stay-tuned

PREFEITURA DE NITERÓI - NitTrans - NITERÓI TRANSPORTE E TRÂNSITO S/A - Praça Fonseca Ramos, s/n°, Centro de Niterói - CEP: 24.030.020- Terminal Rodoviário Roberto Silveira. Atendimento ao público: de segunda a sexta, das 09:00 às 17:00 Tel. 2621-5558.